Júlio Cocielo é acusado de racismo após comentário sobre o jogador da seleção francesa

Júlio Cocielo é acusado de racismo após comentário sobre o jogador da seleção francesa. (Foto: Reprodução/Instagram)

No último sábado (30), durante o jogo entre a seleção francesa e a Argentina, pela Copa do Mundo, Cocielo fez o seguinte post depois de uma arrancada do atacante Mbappé:

“Mbappé conseguiria fazer uns arrastão top na praia hein”.

O comentário que foi considerado extremamente racista, não pegou muito bem e rapidamente foi ganhando forças nas redes sociais. Ao ver a proporção  que estava tomando e a repercussão negativa, o youtuber resolveu apagar o tuíte.  Confira a postagem:

 

Comentário de Júlio Cocielo sobre Mbappé. (Foto: Reprodução/Twitter)

Não convencidos apenas com o tuíte apagado, alguns usuários resolveram resgatar algumas tuitadas antigas de Julio Cocielo. Confira:

Comentário antigo de Júlio Cocielo. (Foto: Reprodução/Twitter)
Comentário antigo de Júlio Cocielo. (Foto: Reprodução/Twitter)

De acordo com o  G1, o youtuber apagou, pelo menos, 50 mil tuítes e quando o usuário tenta acessar o perfil de Júlio Cocielo, apenas uma publicação é visível: um pedido de desculpas a respeito dos comentários negativos.

Confira o pedido de desculpas:

“Hoje fiz um tweet sobre o Mbappé e a piada se referia a velocidade dele devido a um lance do jogo, nada além disso. O tweet foi interpretado de mil formas diferentes e gerou uma grande discussão. Decidi deletar pois nunca fui de entrar em polêmicas, mas já era tarde demais, tinha tomado uma proporção enorme… De qualquer forma, não existe justificativa, isso fez eu me sentir muito mal, só de imaginar ter sido uma pessoa escrota. Arrependido e arrependido”, explicou.
“Lição para a vida. Nunca mais se repetirá! Peço desculpas publicamente por ter ofendido inúmeras pessoas e como sempre digo: meu sonho sempre foi alegrar e motivar todos a acreditarem nos próprios sonhos. Magoar alguém nunca foi minha intenção, quem conhece minha história ou convive comido, sabe como sou. Jamais agiria desta forma. Vivendo e aprendendo, não vou entrar em nenhuma discussão, assumo meu erro. Desculpa”, completou.